Postagens populares

Follow by Email

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Salesforce.com Announces a Year of Enterprise Cloud Computing Milestones


Surpasses 1.5 million net paying subscribers

SAN FRANCISCO, Feb. 25 /PRNewswire-FirstCall/ -- Salesforce.com (NYSE: CRM), the enterprise cloud computing company, today announced a series of new milestones in enterprise cloud computing reached in its past fiscal year. Most notably, the company announced it has reached 55,400 customers and surpassed 1.5 million net paying subscribers, demonstrating the growing demand for its cloud computing services. The announcement comes as salesforce.com reported its financial results for its fourth quarter and fiscal year 2009 (see separate press release at www.salesforce.com/investor).

"This past year marks a watershed for salesforce.com and enterprise cloud computing," said Marc Benioff, chairman and CEO of salesforce.com. "Not only have we extended our leadership with Salesforce CRM, but our customers have discovered how to leverage the power of our cloud computing model in a multiplicity of ways - to build applications, websites, and interact with their customers and communities."

Enterprise Cloud Computing Milestones

Salesforce.com has achieved several major milestones that speak to the adoption of enterprise cloud computing:

Technology innovation

-- More than 12 billion transactions in the fourth quarter alone
-- 100,000 custom applications built on Force.com
-- 166 native applications available via the Force.com AppExchange
-- 124,000 Force.com developers
-- 452,000 custom database tables created
-- Launched Force.com Sites, which has already led to the launch of 1500
sites, 130 million hits and 15 million total page views
-- Launched the Service Cloud, enabling customer service organizations to join and manage customer service conversations in the cloud
-- Released Spring 09, the 28th generation release of Salesforce CRM
-- Announced partnerships with Amazon.com Web Services and Facebook; extended partnership with Google Company momentum and industry validation
-- Reached $1 billion in revenue, the first enterprise cloud computing company to reach this milestone
-- Ranked the #3 fastest-growing technology company behind Google by Forbes
-- Won a Wall Street Journal Technology Innovation Award for Force.com
-- Named to Fortune's list of the 100 Best Places to Work
-- Held its largest Dreamforce user conference ever with more than 10,000 attendees, and its first Dreamforce Europe

Salesforce.com Foundation implementation of the 1/1/1 Model

-- 1% Time: More than 125,000 employee hours have been donated in service
-- 1% Product: More than 5200 nonprofits in 60 countries are utilizing donated and discounted licenses of Salesforce CRM
-- 1% Equity: More than $13 million in grants distributed to organizations around the world such as Kiva.org, Room to Read, Transfair, U-Turn Homeless Ministry and World Toilet Organization

About salesforce.com

Salesforce.com is the enterprise cloud computing company. The company's portfolio of SaaS applications, including its award-winning CRM, available at http://www.salesforce.com/products/, has revolutionized the ways that customers manage and share business information over the Internet. The company's Force.com PaaS enables customers, developers and partners to build powerful on-demand applications that deliver the benefits of multi-tenancy across the enterprise. Applications built on the Force.com platform, available at http://www.force.com, can be easily shared, exchanged and installed with a few simple clicks via salesforce.com's Force.com AppExchange marketplace available at http://www.salesforce.com/appexchange/.

As of January 31, 2009, salesforce.com manages customer information for approximately 55,400 customers including Allianz Commercial, Dell, Dow Jones Newswires, Japan Post, Kaiser Permanente, KONE, and SunTrust Banks. Any unreleased services or features referenced in this or other press releases or public statements are not currently available and may not be delivered on time or at all. Customers who purchase salesforce.com applications should make their purchase decisions based upon features that are currently available. Salesforce.com has headquarters in San Francisco, with offices in Europe and Asia, and trades on the New York Stock Exchange under the ticker symbol "CRM". For more information please visit http://www.salesforce.com, or call 1-800-NO-SOFTWARE.

Copyright (c) 2009 salesforce.com, inc. All rights reserved. Salesforce and the "no software" logo are registered trademarks of salesforce.com, inc., and salesforce.com owns other registered and unregistered trademarks. Other names used herein may be trademarks of their respective owners.

SOURCE salesforce.com
02/25/2009

"Safe Harbor" Statement under the Private Securities Litigation Reform Act of 1995: Statements in this press release regarding salesforce.com's business which are not historical facts are "forward-looking statements" that involve risks and uncertainties. For a discussion of such risks and uncertainties, which could cause actual results to differ from those contained in the forward-looking statements, see "Risk Factors" in the Company's Annual Report or Form 10-K for the most recently ended fiscal year.

domingo, 15 de fevereiro de 2009

Sustentabilidade para empresas de todos os tamanhos

Colunistas Gestão
Sustentabilidade para empresas de todos os tamanhos
Marco Leone Fernandes
Atualizado em 03/02/2009



Acabou o vale-tudo no mundo corporativo!
A responsabilidade das empresas para a continuidade dos negócios vai muito além dos aspectos econômicos, se estendendo também para os campos sociais, culturais e ambientais. Essa é uma tendência mundial que começou com o Clube de Roma em 1972, ganhou força no Brasil em 1992, depois da ECO-92, e foi reforçada pela criação da Agenda 21, confirmada em 1997 com o protocolo de Quioto.
A nenhuma empresa será permitido operar com sucesso, sem que esta adote a Sustentabilidade como fator integrante de sua estratégia de negócios.
É fato que este assunto hoje é mais relevante para grandes corporações que necessitam estar em conformidade com suas agências regulatórias e as normas dos seus mais diversos segmentos. Entretanto, como podemos e devemos trazer esta realidade para as nossas empresas?
Acredito em soluções simples e principalmente em mudança de atitude, pois são os pequenos gestos no dia-a-dia que nos farão contribuir com esta causa maior e nos trazer todos os benefícios colaterais destas nossas ações.
O mundo sofrerá muito no futuro incerto, com uma grande crise de recursos naturais e de energia. As consequências climáticas e ambientais serão grandes, assim como as consequências econômicas. O custo da energia tem aumentado de forma espantosa, todavia podemos minimizá-lo com atitudes simples tal como apagar as luzes dos ambientes vazios ou ainda a instalação de minuteiras em áreas comuns. Além disso, devem-se trocar suas lâmpadas pelas de menor consumo, bem como os eletrodomésticos e demais eletrônicos com mais de cinco anos por novos aparelhos de baixo consumo (o ganho de economia em monitores de vídeo e refrigeradores é espantoso...). Estas ações, além de contribuírem com uma causa maior, agradarão muito o seu diretor financeiro.
Estes desperdícios evitados ajudam sua empresa a ser economicamente sustentável, ou seja, sustentar seu crescimento pela produção e não pelo aumento de preços para cobrir gastos desnecessários, o que no final só gera inflação.
Iniciativas para facilitar o acesso ao crédito e aos seus produtos para comunidades carentes, bem como combate a pirataria, sonegação e corrupção e ao uso de produtos fora das normas de segurança também são muito bem vindos.
As empresas, de todos os tamanhos devem pensar em sua missão social – o que elas fazem para melhorar o mundo em que vivemos ou, no mínimo, a vida dos seus clientes, funcionários e comunidade em que estão localizadas. Investir na qualidade dos seus produtos e serviços, aumentando assim a eficiência, proporcionar oportunidades de melhorias profissionais e culturais para os seus funcionários, proporcionar acesso à educação, cultura, lazer e tecnologia e estimular o voluntariado são pequenos gestos com grandes impactos.
Você conhece o 1/1/1? Empresas como o Google, Salesforce.com e SaleSolution investem 1% do seu tempo, dinheiro e produtos em ações deste tipo, que tal?
É muito importante também uma mudança de cultura, visando não somente o lucro, mas, principalmente, a continuidade dos recursos para as gerações futuras.
Resumo da ópera: troque toda sua papelaria por papel reciclado ou de reflorestamento, mude seus eletroeletrônicos para os que proporcionem vantagem econômica e redução de consumo de energia, apoie e desenvolva programas sociais e de voluntariado na sua empresa, produza com qualidade e preço justo e, finalmente, o mais importante, divulgue com carinho e entusiasmo esta idéia. Só assim poderemos salvar o mundo, que, se não é o melhor planeta do universo, é o único onde tem chocolate. Pelo menos por enquanto.
Imprimir Enviar por e-mail Reportar erro(s)